Tontura e Vertigem

Labirintite
Vertigem Posicional Paroxística Benigna
Vertigem Cervicogênica
Migrânea Vestibular
Manobras de Reposicionamento Canalicular

Diagnóstico, avaliação e tratamento

Publicado em 16/11/2022

Tempo de leitura: 4 minutos

 

Tonturas e vertigens podem ser incapacitantes, apresentando-se ocasionalmente como um leve incômodo, com perda de equilíbrio e falsa sensação de movimento ou em alguns casos, com sintomas mais fortes, como vertigens intensas (sensação de que o ambiente está girando), que podem levar a episódios de queda ou a necessidade de permanecer deitado(a).

Grande parte dos pacientes que sofrem com tonturas e vertigens tem VPPB sem saber, realizando normalmente o tratamento medicamentoso, como se estivesse tratando uma Labirintite.

Tonturas raramente são sinais de algo grave, mas devido ao grande incômodo, risco de queda e ausências no trabalho, devem ser tratadas com brevidade, evitando que se torne um processo crônico ou que nos acostumemos a viver com elas.

Por serem sintomas de diversas doenças e disfunções, o diagnóstico pode ser desafiador, ocasionalmente sendo necessário um acompanhamento multidisciplinar.

Normalmente as tonturas e vertigens são causadas por distúrbios do ouvido, pescoço e ATM, porém, há possibilidade de serem causadas também por dietas (ingestão de café, açúcar, chocolate), restrições alimentares (intolerância e alergias) e por efeitos adversos de medicamentos.

No texto abaixo falaremos da principal causa de tonturas, sendo ocasionalmente diagnosticada de maneira genérica como Labirintite.


Vertigem Posicional Paroxística Benigna (VPPB)

Normalmente, as tonturas e vertigens estão relacionadas ao ouvido, mais especificamente ao labirinto, que é uma estrutura do ouvido interno. É daí que vem o termo "labirintite", que é comumente utilizado para se referir às disfunções dessa estrutura.

O principal sintoma da VPPB é a vertigem, que é a sensação de que o indivíduo ou o ambiente estão se movendo, onde classificaremos como leve e forte.

  • Leve: sensação de que o ambiente se move/balança e/ou sensação constante de tontura e perda de equilíbrio;
  • Forte: sensação de que o ambiente está girando em alta velocidade;
     

Os sintomas normalmente são ocasionados por movimentos de cabeça ou alterações posturais, como por exemplo:

  • Olhar para cima e para baixo;
  • Olhar para os lados enquanto em pé ou sentado;
  • Deitar-se ou levantar-se;
  • Virar-se para os lados enquanto deitado

Ao realizar os movimentos descritos acima, há o aparecimento dos sintomas, que pode durar poucos segundos ou vários minutos, sendo o primeiro dia de crise o mais intenso (é comum que os sintomas permaneçam por algumas horas).

Os sintomas iniciam após os movimentos de cabeça devido ao movimento das micropartículas de carbonato de cálcio dentro do labirinto, que deslocam-se do seu local de origem para canais onde deveriam estar apenas preenchidos com um líquido chamado endolinfa.

Quais as principais queixas do paciente com VPPB?

  • Tontura ao deitar
  • Tontura ao levantar
  • Tontura ao virar na cama
  • Tontura ao deitar de lado
  • Tontura repentina
  • Tontura ao virar a cabeça no travesseiro

Como é o diagnóstico da VPPB?

O diagnóstico da VPPB é feito através de manobras específicas. As manobras visam provocar os sintomas em determinadas posições de cabeça, acelerando o movimento das partículas no ouvido. A principal manobra realizada para o diagnóstico da VPPB é a Manobra de Dix-Hallpike.

Manobra de Dix-Hallpike para VPPB

Manobra de Dix-Hallpike, utilizada para o diagnóstico da Vertigem Posicional Paroxística Benigna.

Como tratar a VPPB?

O tratamento da VPPB é realizado através de Manobras de Reposicionamento, que visam levar as partículas de carbonato de cálcio para seu local de origem, removendo-as dos canais semicurculares. As Manobras de Reposicionamento são normalmente executadas por Fisioterapeutas após seu diagnóstico na mesma consulta. É importante informar que medicamentos não possuem eficácia no tratamento da VPPB, sendo utilizados apenas para controle dos sintomas.

As principais Manobras de Reposicionamento são:

  • Manobra de Epley
  • Manobra de Lempert
  • Manobra de Semont
  • Manobra de Gufoni
  • Manobra de Yacovino

 

epley.jpg

A manobra de Epley, indicada para casos de VPPB do canal semicurcular posterior. 

 

gufoni.jpg

A manobra de Gufoni, indicada para casos de VPPB do canal semicurcular horizontal.

 

lempert bbqroll.jpg

A manobra de Lempert ou BBQ Roll, indicada para casos de VPPB do canal semicurcular horizontal. 

 

yacovino.jpg

A manobra de Yacovino, indicada para casos de VPPB do canal semicurcular anterior. 

Outras possíveis causas de tontura:

  • Vertigem Cervicogênica
  • Migrânea Vestibular
  • Disfunção da ATM (Disfunção Temporomandibular)
  • Hipotensão
  • Síndrome de Ménière
  • Cinetose
  • Disfunção Vestibular Periférica
  • Neurite Vestibular

 


Principais diferenças entre VPPB e Labirintite

Sintomas Labirintite VPPB
Perda de equilíbrio Sim Talvez
Sensação de flutuação Sim Sim
Vertigem aos movimentos Talvez Sim
Tontura ao ficar parado Sim Talvez
Melhora com medicamentos Sim Não
Melhora após semanas Sim Talvez
Início sem causa aparente Não Sim
Zumbido ou dor de cabeça Talvez Talvez

Esta tabela tem o intuito de diferenciar os possíveis sintomas, sendo necessário avaliar cada caso, pois outros sinais podem estar presentes. Orientamos que seja procurado atendimento presencial e profissional para que seja realizada uma avaliação, evitando o autodiagnóstico.